Sábado, 30 de Junho de 2007

Entrevista: Juliana Silveira!

Após a Flor, a Nina é sua segunda actuação consecutiva como cantora e ambas parecem ser personagens de musicais. Como tem sido actuar nessa linha pouco explorada em novelas?
É bem original. Hoje nem sofro tanto. Para a Nina, me inspirei na linguagem da MTV, ela tem um lado "sexy", canta músicas bem americanas porque morou nos Estados Unidos e é da geração videoclipe. É muito difícil conciliar gravações de clipes e musicais fazendo TV, porque eles normalmente levam três dias para serem gravados. Na novela, temos de gravar clipes em apenas uma hora, é outro ritmo. Com a Flor foi difícil no início, porque era um mundo muito novo. Ela era mais lúdica, tinha um universo infantil, de muita magia.

Com o término de Floribella você chegou a ser sondada para fazer uma novela na Globo, mas optou por fechar contrato com a Record para fazer Luz do Sol. Por quê?
Tive um namoro com a Record, com a Globo e com a Band. A Band me ofereceu um projecto parecido com Floribella. Mas iria demorar e eu não quis. Na Globo, me chamaram para fazer Paraíso Tropical. Como a personagem que me ofereceram não tinha nada a ver com o público infantil, isso pesou um pouco para mim e recuei. Preferi fazer um contrato de quatro anos com a Record. Tudo bem que na emissora ainda não tenho nada definido para o público infantil, mas na Record eu tenho mais abertura com a direção. Tenho liberdade para trocar idéias, o que eu não teria agora na Globo. Isso ficou claro na reunião com a Globo e foi decisivo.

O que ficou claro?
Na Record, fui para fazer a Nina, que se transforma numa cantora. Quando tive a reunião com a Globo, eles me ofereceram uma prostituta. Era isso ou nada. Não teria a menor possibilidade de atrair o público infantil. Isso seria muito triste para mim. Depois da Flor, precisava continuar fazendo uma personagem boazinha. Fora isso, o Roger, meu namorado, está na Record - interpreta o Félix em Vidas Opostas. Com isso, fui segura e feliz, contente com minha decisão.

Mas você estreou como actriz com uma prostituta, a Dagmar de Pecado Capital, na Globo, em 1998.
Ela era uma prostituta "light", se vestia de colegial. Não tinha nudez ou violência. O diretor Wolf Maya conduzia a história dela para o lado da comédia. A cena mais quente foi um strip-tease, com a Dagmar vestida de Mamãe Noel, dançando num "inferninho" de Copacabana. Foi divertidíssimo. Até esquecia que ela era prostituta. Talvez, na novela das oito da Globo, tivesse de "pagar" peitinho. Não seria o momento ideal, ainda mais logo depois de Floribella. Lá na frente, quando eu tiver 30 ou 35 anos, faço todas as prostitutas e fico nua se quiserem. Mas, nesse momento, estaria jogando um trabalho de dois anos no lixo. Cheguei a pedir outra coisa para a Globo, mas eles disseram que só tinham isso.

Você preferiu ir para a Record do que para a Globo. Há cinco ou dez anos, essa decisão provavelmente seria impensável para as actrizes, pois a Globo sempre monopolizou o mercado de novelas. Essa concorrência entre as emissoras é um factor recente. Isso influenciou na sua decisão?
Isso é louco, né? Como actriz fico contente e orgulhosa com essa liberdade de escolha que antes a gente não tinha. Dá para ter um planejamento de carreira. Há algum tempo, você tinha de aceitar e fazer um trabalho mesmo não estando a fim, pois não tinha outra opção. A gente pensava primeiro nas contas para pagar no final do mês. Vai fazer o quê? Talvez, se não existissem as outras emissoras, eu teria aceitado a prostituta na Globo e ainda agradeceria o papel. Na verdade, essa postura ainda existe, de agradecer a Globo por um convite para uma novela das oito. Mas é libertador e um grande alívio poder optar. Não foi uma esnobada, é apenas uma opção. Meu auge profissional não foi na Globo, foi na Band. Fiz uma protagonista em Malhação que não foi o maior sucesso da minha carreira. Se alguém quiser estourar, não precisa mais estar na Globo. Nunca tive esse deslumbramento.

Floribella foi o auge da sua carreira até agora. Como você reagiu quando a novela chegou ao fim?
Tive até de fazer terapia para me livrar da Flor. Precisava me libertar dessa personagem, que ficava comigo 12 horas por dia, de segunda a sábado. Era complicado quando uma criança me olhava sem os cachos e começava a chorar e gritar: "Não é a Floribella! Nem tem o tênis da sorte!". Nem sabia mais a hora que eu era Juliana. Ambas se confundiram. Mas sempre tive os pés no chão. Não sei o que me aguarda, da mesma forma que não esperava e nem sonhava com tanto sucesso.

O êxito da Flor deu frutos, como a boneca Floribella, três CDs gravados, o lançamento do tênis da sorte e de diversos outros produtos. Existe algum projeto da Record para lançar a Lucky Star como uma marca?
O projeto da Floribella, na época, já tinha sido comprado pela Band com um pacote que poderia englobar os produtos. Na Record, não sei se isso pode acontecer. Estou começando agora na emissora. Mas acho que essa personagem possibilita muitas coisas, como bonecas, shows pelo Brasil e um CD completo. Poderíamos até sentar e conversar sobre isso. Mas não sei se gostaria e se agradaria o público infantil.

Como as crianças que acompanhavam a Flor têm recebido a Lucky Star?
As crianças estão cada vez mais precoces. As de 10 e 12 anos gostam das mesmas coisas dos adolescentes de 15. Elas têm adorado. Recebo mensagens positivas o tempo inteiro, de diversas formas. Elas se identificam porque a Nina é "sexy" sem ser vulgar, sem agredir as crianças e os pais. Essa nunca foi a proposta. Acho que tenho transitado bem tanto no universo infantil quanto no adolescente. Elas me curtem mesmo sem que eu vista roupas cor-de-rosa e use cachinhos. Isso também atrai os mais velhos. Meu público cresceu
.

 

 

fonte: Terra

publicado por . às 16:14
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Zezé Motta faz hoje 63 anos!

                         

publicado por . às 16:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

Juliana Silveira e Roger Gobeth aproveitam domingo de sol no Rio!

O casal Roger Gobeth e Juliana Silveira está mesmo no maior amor. Na tarde ensoladara de domingo, 24, no Rio, os dois decidiram fazer uma caminhada juntinhos pela orla do Leblon, Zona Sul da cidade. O passeio pela praia foi coroado com um beijinho para lá de carinhoso. Juliana e Roger estão juntos há pouco mais de um ano e são noivos. 

 

Foto

 

fonte: ego

publicado por . às 20:11
link do post | comentar | favorito

Thiago Gagliasso!

Quando recebeu o convite para Luz do Sol, da Record, Thiago Gagliasso se viu obrigado a vencer dois medos. Para incorporar o surfista Bernardo, teria de aprender a pegar ondas e não temer o mar. Já para evitar comparações com o irmão famoso Bruno Gagliasso, precisaria se preparar para encarar com tranqüilidade as inevitáveis cobranças. O actor estreante resolveu enfrentar a aventura e agora já se sente mais à vontade, tanto na água quanto nos estúdios. "Tinha um medo danado do mar e um pé atrás de investir nessa carreira porque tenho um irmão que já deu certo. Mas amadureci. Qualquer actividade que eu fosse iniciar seria difícil no começo", desabafa o jovem de 17 anos. Como um bom iniciante, Thiago tem se dedicado para decorar os textos. E acredita que está conseguindo dar conta do recado. Mas nem tudo foi tão simples ao se preparar para compor o personagem. "Houve um momento de tensão, quando cortei a cabeça pegando onda", lembra ele, ao dizer que sempre foi mais acostumado a jogar um futebolzinho com os amigos.  Na trama de Ana Maria Moretzsohn, o surfista que o actor interpreta é um campeão. Já ganhou vários títulos, e ainda lucra com o esporte, pois é dono de uma fábrica de pranchas. Sem contar que ele é o garoto que conquista o coração de Drica, a protagonista da história, interpretada por Luma Costa. A estréia na televisão pegou Thiago de surpresa. Incentivado pelo irmão, ele começou a fazer cursos de interpretação, mas sem muito compromisso. Chegou a participar de um teste para a extinta Alta Estação, também da Record, mas não passou. Pouco tempo depois, seu nome foi aprovado para o elenco de Luz do Sol. "Eu queria ter me preparado melhor. Tenho noção de que ainda sou um projeto de actor. Mas fazer a novela está sendo uma óptima escola", argumenta, ao revelar sua pouca intimidade com a televisão. O garoto que já pensou em abrir um negócio com o pai para "fugir" da carreira artística começou a acompanhar novelas muito cedo, com apenas oito anos. "Enquanto as crianças viam mais desenho, eu assistia à novela por causa do meu irmão", conta. Desde essa época Thiago também já conferia de perto o assédio do público em relação aos actores dos folhetins. Lidar com a reação das adolescentes afoitas, portanto, não é uma tarefa complicada para ele. "Acho bacana poder agradar uma pessoa com algo que parece mínimo, como um abraço ou um autógrafo. Fico feliz quando me abordam", afirma. Mas o actor não encara tudo com a mesma tranqüilidade. As notícias publicadas sobre sua vida pessoal causaram ao jovem uma péssima sensação de desconforto. Bastaram alguns capítulos de Luz do Sol irem ao ar para surgirem boatos de que ele e a actriz Letícia Colin, com quem contracena, estariam namorando. Logo ela, amiga de Thiago há vários anos. "Nós já nos conhecíamos. Era comum que eu me apegasse mais a ela do que a outras pessoas do elenco", justifica, ao emendar rapidamente que não pode esquentar para fofocas que julga "inevitáveis". Thiago prefere se preocupar com o seu desempenho. Já tem planos para encenar uma peça de teatro quando a novela chegar ao fim. Quer sentir a reação do público de perto. Por enquanto, ele recebe a resposta em relação à qualidade de seu trabalho em casa mesmo, ao ouvir a opinião da mãe sobre o seu desempenho. "Ela está gostando, mas já me mandou procurar um fonoaudiólogo porque acha que eu falo rápido demais", afirma, com um sorriso sem graça.

 

 

fonte: Terra

publicado por . às 10:40
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2007

Luiza Tomé na Globo?

Segundo a Tribuna da Imprensa, chegou a acontecer uma conversa entre a Rede Globo e Luiza Tomé sobre sua volta à emissora carioca. A actriz que tem um dos principais papéis na novela Luz do Sol, da Rede Record, pode até ganhar uma personagem numa das próximas novelas da Rede Globo.

fonte: Tv Aqui

publicado por . às 19:43
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Junho de 2007

Bruno Ferrari!

Em Luz do Sol, Bruno Ferrari interpreta Pedro, um estudante metido a "sabichão" que despreza Bernardo, o irmão surfista, de Thiago Gagliasso. Mas o esnobe rapaz vai mostrar em breve que é capaz de cometer vilanias sob influência da namorada, Isabela, vivida por Karen Marinho. "Ele tem boa índole, mas o amor que sente por ela é sem limites", explica. Este não é seu primeiro papel de conduta reprovável. Antes de Pedro, já havia sido escalado em Malhação para Cadu, rapaz de classe baixa que mentia para os colegas por envergonhar-se de sua condição, e Marcello, bon-vivant que cai no alcoolismo depois de passar por experiências traumáticas. Agora, graças à aparência de bom moço de Bruno, Pedro engana a todos com seu jeito amistoso. "Todo mundo tem seu lado ruim. Procuro fazer um vilão simpático", conta.

 

 

Nome: Bruno Ferrari Olívio.
Nascimento: 17 de abril de 1982, em Catanduvas, São Paulo.
Primeiro trabalho na TV: Fábio, uma participação em Malhação, em 2001.
Actuação inesquecível: Narciso, na peça Beijos de Verão, de Domingos Oliveira.
A que gosta de assistir: "Luz do Sol, claro!".
O que falta na televisão: "Tempo. É tudo muito rápido, massificado", avalia.
Actor favorito: Marco Nanini.
Actriz favorita: Fernanda Montenegro.
Com quem gostaria de contracenar: Laura Cardoso.
Se não fosse actor, gostaria de ser: Vendedor de ventiladores. "Trabalhava na loja do meu pai antes de virar actor. Ele perdeu um óptimo funcionário", valoriza.
Novela preferida: Luz do Sol.
Melhor abertura de novela: Pantanal, da extinta Manchete.
Canção inesquecível de trilha sonora: Paciência, do Lenine. "É a trilha sonora da minha vida".
Vilão marcante: Fábio Assunção como Renato Mendes, em Celebridade.
Personagem mais difícil de compor: Marcello, em Cidadão Brasileiro. "A composição de personagem de época foi complexa".
Papel que teve maior retorno do público: O Cadu de Malhação.
Que novela gostaria que fosse reprisada: Cidadão Brasileiro. "Já estou com saudades".
Que papel gostaria de representar: "Um bandidão!", exclama.
Par romântico inesquecível: Du Moscovis e Carolina Ferraz como Nando e Milena, em Por Amor.
Com quem gostaria de fazer par romântico: "Depois que fiz com a Graziella Schmitt, minha namorada, em Malhação, não tenho vontade de fazer par com mais ninguém", suspira.
Filme: Pi, de Darren Aronofsky.
Livro: A Cura de Schopenhauer, de Irvin D. Yalon.
Autor favorito: Ruy Castro.
Director favorito: Eduardo Wotzik.
Vexame: "Na minha primeira peça, Que Acidente Somos Nós, ia atender um celular quando a bateria caiu. Coloquei-a de volta e disse 'Alô!'", diverte-se.
Uma mania: De fechar portas.
Um medo: "Perder alguém que amo".
Projecto: Produzir uma peça de teatro.

fonte: Terra

publicado por . às 10:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Paloma Duarte e Oswaldo Montenegro em palco!

Oswaldo Montenegro e Paloma Duarte vão subir ao palco juntos pela primeira vez. Casados, os dois vão dividir cena no musical Mayã, dirigido pelo cantor. Entre outros espectáculos produzidos pelo cantor estão Aldeia dos Ventos, Os Novos Menestréis, Noturno e A Dança dos Signos. Além de Oswaldo e Paloma, o elenco contará com a Laura Cardoso, que já participa dos ensaios. O musical está previsto para estrear em janeiro de 2008, em São Paulo e Rio de Janeiro.

 

 

fonte: estrelando

publicado por . às 20:02
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Junho de 2007

Petrônio Gontijo!

Petrônio Gontijo se lembra da primeira vez que pisou num palco. Ainda em Varginha, sua cidade natal, ele tinha apenas dois anos de idade quando viveu o Menino Jesus numa montagem amadora. "Achei fantástica a possibilidade de viver as histórias por dentro, participar dos acontecimentos", recorda. Trinta e seis anos depois, o actor revive as emoções da infância ao interpretar um pai exemplar em Luz do Sol, na Record. Como o dedicado e atrapalhado Tom, pai de Georgi, vivida por Raquel Fabbri, o personagem é marcado pelo drama de perder a mulher Georgiana, de Suzana Werner, no parto da filha. A partir daí, Tom intercala o terno de advogado pé-rapado no início de carreira com um avental e acumula as funções de pai e mãe o que, segundo o ator, aguçou seu lado paternal. "O sentimento está aflorado demais. Não posso passar na seção de brinquedos das lojas que digo que penso em ter um filho, apesar de ainda não ser o momento", derrete-se. Para o actor, o fato de Tom cuidar com esmero da filha durante tantos anos, fez com que ele rejeitasse a idéia de se envolver com outras mulheres na história de Ana Maria Moretzsohn. Até conhecer a deslumbrada "patricinha" Verônica, de Paloma Duarte. A personagem, que é o oposto da ex-mulher de Tom, acaba despertando o interesse do homem desleixado, que abandonou os cuidados com o visual desde a morte da ex-mulher. Justamente o facto de Tom não admitir sua paixão por Verônica é o que mais diverte Petrônio no personagem que começa a enveredar para a comédia. "É genial colocar uma lente de aumento no amor e ver como muitas vezes ele nos leva a situações ridículas, como não admitir que está apaixonado", avalia. Mas o que realmente chamou a atenção de Petrônio no papel foi a possibilidade de viver um mocinho após interpretar tantos vilões na tevê. Principalmente tentar fugir de todos os esterótipos do típico mocinho nessa composição. "Não o compus como o certinho. Quero mostrar que ser bom-carácter é possível diante dos exemplos negativos que temos. Mostrar a boa índole sem ser didático me inflama", anima-se o actor, que estreou na tevê como o mocinho Duda de Salomé, na Globo, há 16 anos. "Foi lá que ganhei meu primeiro salário, onde realmente apostaram em mim", lembra. Ainda na Globo, Petrônio actuou em Olho no Olho, Pátria Minha e Malhação, até ir para São Paulo investir em sua carreira no Teatro. Paralelamente, actuou em tramas no SBT, como Os Ossos do Barão. Na Band, com Serras Azuis, e em Vidas Cruzadas, na Record, entre outras. "Trabalhar em quase todas as emissoras me deu samba no pé como actor. Mas ter actuado em emissoras em São Paulo me permitiu fazer grandes peças, que era meu objectivo", explica Petrônio, que também se formou em Artes Cênicas na Unicamp. O actor orgulha-se de ter actuado no Teatro com autores e diretores do porte de Fauzi Arap, José Possi Neto e Juca de Oliveira, entre outros. Actualmente, Petrônio está em cartaz no Rio com Maria Fernanda Cândido na peça Pequenos Crimes Conjugais, de Eric Emmanuel Schmitt.  "Toda essa escola do Teatro me fez melhorar na tevê. Me fez saber ouvir o que diz o actor que contracena comigo e saber a emoção exata do que vou falar. Ainda sou um romântico que não acredita num trabalho solitário", analisa. Petrônio Gontijo assume que sua paixão por música influencia directamente sua carreira de actor. Afinal, a cada composição de um novo personagem, o actor seleciona uma vasta trilha sonora que reúne e personifica todas as emoções dos seus papéis. Dessa forma, Petrônio garante ter encontrado uma forma diferenciada de moldar seus personagens e compô-los de uma forma mais orgânica, segundo o actor. "A música é uma emoção solta. Sempre curti esse meu lado musical, principalmente depois que passei a procurar músicas antigas, pesquisar na Internet e vasculhar CDs para os personagens", explica. Durante o tempo em que começou a estudar para compor Tom - que já tem um nome musical por natureza -, Petrônio gravou CDs para o personagem com canções como Help, dos Beatles, Gostava Tanto de Você, de Édson Trindade e Tim Maia, e músicas das bandas inglesas Blur e Bee Gees. "Gravo CDs para os personagens e fico escutando. Isso me ajuda a encontrá-los e a entrar no clima de cada um quando preciso de concentração", ensina.

 

 

fonte: Terra

publicado por . às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2007

Juliana Silveira entra em Luz do Sol amanhã!

A actriz Juliana Silveira, 27 anos, faz sua primeira aparição na novela Luz do Sol da Rede Record em capítulo que vai ao ar nesta quinta-feira. Em uma das cenas do capítulo, Luckstar (nome usado por Nina, interpretada por Juliana Silveira) chega ao Hotel cercada de jornalistas, fotógrafos e fãs. Ela pergunta a Cherry (Alessandra Colasante) se conseguiu se livrar da mãe dela, que não pode nem sonhar e é capaz de morrer se descobre que a filha deixou de estudar para seguir a carreira de cantora.

 

fonte: Terra

publicado por . às 16:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Raquel Fabbri enfrenta o desafio da balança!

Depois de engordar 10 quilos para viver Geórgia, de Luz do Sol, da Record, Raquel Fabbri terá que encarar o inverso: começar a perder os quilinhos a mais. “Criada pelo pai e avó, ela não se cuidava. A bonequinha que não soube virar princesa. Agora, na volta da melhor amiga, ela vai começar a aprender a lidar com as pessoas, deixar de ser tão tímida e conseqüentemente, vai aumentar sua auto-estima e emagrecer”, conta a actriz. Em tratamento com o Dr. Alexandre Nascimento Lima – responsável por cuidar também de Fernanda Vasconcellos, Lidi Lisboa, que emagreceu seis quilos para entrar em Paraíso Tropical, da Globo, e Juliana Didone –, a jovem vai começar uma reeducação alimentar. “Estou adorando fazer esta personagem. Mesmo precisando engordar 10 quilos e agora me preparando para perdê-los, estou encarando tudo numa boa. Digamos que entrei de cabeça na personagem”, acrescenta. Para entrar em forma ela terá uma alimentação mais balanceada e muito esporte e academia. Entretanto, a actriz acredita que não irá perder todos esses quilinhos extras. “Vamos ver quantos quilos vou emagrecer de acordo com a personagem. Mas, não será algo exagerado. Queremos dar uma certa força para aquelas meninas que são mais gordinhas, mostrar que não precisamos ser magérrimas para sermos felizes”, finaliza Raquel.

 

 

fonte: fuxico

publicado por . às 16:20
link do post | comentar | favorito

Entrevista: Thiago Gagliasso!

 

 

Bolinha ou Pão de Queijo. Esses eram os apelidos de Thiago Gagliasso, 17 anos, actualmente o Lingüiça. Só para os amigos, é claro. O actor de Luz do Sol, da Record, olhos verdes, loiro, pele bronzeada e 1,80 metro de altura, não é mais um gordinho adolescente. Thiago Gagliasso Ferreira (9/6/1989) freqüenta academia, alimenta-se de saladas e grelhados e faz isso para ter, no mínimo, uma trajectória parecida com a do belo irmão, Bruno Gagliasso, 25. O público ainda não desligou a imagem de Thiago da do irmão nem ele faz questão que isso aconteça assim tão cedo. "Eu passava o texto com ele na época do Inácio, de Celebridade. Tenho até hoje um quarto na casa do Bruno, que existe mesmo depois que se casou com Camila (Rodrigues, 23)", conta. Ele é irmão do actor por parte da mãe, Lúcia Gagliasso, 46. O pai é o empresário Fernando Onofre Ferreira, 46. E esse príncipe loiro com pinta de modelo já tem dona, a estudante de direito Gabriela Barbosa, 19, com quem está há um ano, depois de esbarrar com ela em uma loja de perfumes nos Estados Unidos.

Dois novatos
"Tinha 14 anos quando tive a minha primeira namorada. Eu era novo no colégio e um amigo nos apresentou. Foi com ela a minha primeira vez. Como era a primeira dela também, um se apoiou no outro e não teve nervosismo. Deu tudo certo (risos)! Namoramos pouco mais de dois anos, mas, como éramos muito novos, acabamos tendo uma relação de irmãozinhos, sabe? Nunca vou esquecê-la!"

Namoro relâmpago
"Conheci Gabriela nos Estados Unidos. Estava com um amigo em um shopping quando a vi pela primeira vez e ele foi conversar com ela para mim. Nesses lances tem de rolar uma mentirinha e ele aumentou a minha idade e falou que eu fazia faculdade. Pô, eu ia imaginar que iria namorar uma menina que peguei numa viagem? Não tinha muito o que falar numa loja de perfume. Conversamos rapidinho e a beijei lá mesmo. Trocamos telefone e MSN, nos falamos algumas vezes e começamos a namorar. Gabriela mora com os pais em São Paulo. Nos encontramos nos fins de semana. Durmo na casa dela, mas em quarto separado. O pai dela é chapa quente (risos)!"

Mãe ciumenta
"Quando criança eu brigava muito com Bruno. Cheguei a trocar de time para infernizar a vida dele. Trai o meu Flamengo, aos 8, porque Bruno disse que o time estava passando por uma fase ruim e que era por minha causa, que eu era pé-frio. Eu acreditei! Virei Vasco, que deu uma goleada no Flamengo e adorei derrotar meu irmão. Depois voltei a ser flamenguista. Tenho uma excelente relação com Camila. Conversamos muito. Ela me dá conselhos e me apoiou muito quando entrei em Luz do Sol. Meu irmão me dá uma visão masculina e ela, feminina. Durmo na casa deles de vez em quando, mas não vou para lá directo porque minha mãe fica enciumada."


Loiro ou moreno?
"Cheguei à conclusão de que Bruno não me influenciou quando resolvi ser actor. Ele me inspirou. Quando optei por ser actor, Bruno me deu força da mesma forma que daria se fosse qualquer outra profissão. Ele é meu irmão e não o famoso Bruno Gagliasso. Sei que sempre vão fazer ligação entre a gente, somos ligados mesmo. As mulheres que preferirem os loiros vão gostar mais de mim. As que preferirem os morenos, mais dele. Só escuto críticas que possam me fazer crescer. Ele tem oito anos de carreira e eu estou começando agora. Não tem como comparar."

 
  
 
fonte: contigo
publicado por . às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

Bemvindo Sequeira prepara musical com sua escola de interpretação!

Além do sucesso como o impagável mordomo Juarez, de Luz do Sol, e da temporada nos palcos cariocas com o espetáculo Há um Homem na Minha Casa, de Chico Anysio, Bemvindo Sequeira vai abraçar mais um trabalho. Segundo a assessoria do actor e humorista, ele está está preparando um espectáculo musical. Bemvindo vai adaptar e dirigir um musical da Família Oficina, sua escola de interpretação, no Rio de Janeiro. O megaespetáculo terá a participação de cerca de 40 actores, e está previsto para estrear em julho, no Teatro Ipanema.

 

fonte: fuxico

Votem no meu blog em http://blogskinset.com/blogs/daniela_21/default.aspx

publicado por . às 19:46
link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Junho de 2007

Luiza Curvo faz hoje 22 anos!

00106pc1

publicado por . às 15:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 2 de Junho de 2007

Felipe Dylon vai participar em Luz do Sol!

Felipe Dylon está com tudo. Depois de fazer sua estréia no cinema e como dublador de animação, o cantor agora ataca na tevê. Convidado para participar da novela Luz do Sol, da Record, o galã começa a gravar na próxima semana. “Como ele gravou Garota Dourada, música tema da trama, a autora Ana Maria Morethzon o convidou para fazer esta participação especial. Mas o Felipe não precisará interpretar nenhum personagem, será ele mesmo”, conta a assessora do cantor. O cantor vai fazer uma participação na trama de cinco capítulos. Nas cenas, ele se apresentará em uma casa nocturna e no decorrer no show, fará um dueto com a actriz Juliana Silveira (Nina), que na novela também será uma cantora. “Os dois vão cantar juntos e no final, vai rolar um flerte. Mas essa paquera não dará em nada, pois o Felipe está fazendo o papel dele mesmo.” Vale lembrar que, o cantor actuou no filme Guerra dos Rochas, sob a direção de Jorge Fernando, e na dublagem da animação O Mar Não está Pra Peixe.

 

 

fonte: fuxico

publicado por . às 19:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Último Post: Despedida à ...

. Entrevista: Leonardo Bríc...

. Aniversário de Ana Maria ...

. Caio Blat e Maria Ribeiro...

. João Vitti faz hoje 40 an...

. Fotos de Luma Costa!

. Perfil: Luma Costa!

. Entrevista: Luma Costa!

. Record estica Luz do Sol ...

. Eduardo Pires!

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.links

.Votações

O que achas da novela, Luz do Sol?
Muito Boa
Boa
Razoavel

Muito Má
Não Sei/Nunca Vi

Qual o teu actor favorito de Luz do Sol?
Petrônio Gontijo
Giuseppe Oristiano
Floriano Peixoto
Leonardo Brício
Gracindo Junior
Thiago Gagliasso
Guga Coelho
Bruno Ferrari
Eduardo Pires
Outro. Qual?

Qual a tua actriz favorita de Luz do Sol?
Patricia França
Luiza Thomé
Paloma Duarte
Juliana Silveira
Maria Ribeiro
Luma Costa
Outra. Qual?



















Link-me!


.Aniversários

Patrícia França - 28/09
Petrônio Gontijo - 5/07
Luiza Thomé - 10/05
Paloma Duarte - 21/03
Leonardo Bricio - 7/07
Maria Ribeiro - 9/11
Juliana Silveira - 12/03
Floriano Peixoto - 10/12
Eduardo Pires - 9/07
Giuseppe Oristanio - 15/10
Luma Costa - 5/07
Bruno Ferrari - 20/04
blogs SAPO